Notícias

Residência Artística FAAP abre suas portas para mais um Open Studio com artistas brasileiros e estrangeiros – 2 de dezembro

Artistas Residentes

Cristina Dias (São Paulo, Brasil, 1981)
Artista e designer de joias, vive e trabalha em Nova Iorque. Formada em Artes Plásticas pela Massachusetts College of Art and Design (EUA) e pós-graduada em Gestão Artística pela New York University (EUA), iniciou seus estudos em Artes Plásticas na Universidade de Brasília e joias na Opere International Jewellery School (Holanda). Participou de exposições em galerias e museus nos Estados Unidos, Europa e Japão. Suas peças encontram-se na coleção permanente do Museum of Arts and Design (Nova Iorque) e no Museum of Contemporary Craft (Portland) e seu trabalho está publicado em livros de joia contemporânea.
www.cristinadias.com

Federica Andreoni (Ancona, Itália, 1987)
Arquiteta, artista e pesquisadora, atualmente, cursa doutorado na Universidade La Sapienza (Roma). Fez pós-graduação em Geografia, Cidade e Arquitetura na Escola da Cidade (São Paulo) e bacharelado e mestrado em Arquitetura, ambos pela Universidade de Roma. Desde 2014, atua como professora assistente na Roma Tre Universidade e na Sapienza Universidade de Roma. Fundadora e sócia da Gnomone Architetura (desde 2013), um escritório de design sediado em Roma com diversos projetos premiados e publicados, além de ensaios em livros e revistas especializados.
www.gnomone.com

Guerreiro do Divino Amor (Genebra, Suíça, 1983)
O artista suíço-brasileiro, que atualmente vive e trabalha no Rio de Janeiro, é formado em Arquitetura pela Escola de Arquitetura de Grenoble (França), com mestrado pelo Instituto La Cambre Architecture de Bruxelas (Bélgica), tendo sido bolsista em Design de Som e Vídeo pela Cimdata Medien Akademie em Berlim (Alemanha). Sua área de pesquisa é o campo das artes visuais, cinema e arquitetura. Dirigiu diversos curtas-metragens e trabalha com a construção de superficções. Tem obras na coleção do M.A.R. (Rio de Janeiro), foi bolsista no programa Imersões Poéticas, na Casa
França-Brasil, além de duas vezes finalista do “Swiss Arts Awards”. Ganhou o prêmio “La Cambre Architecture” e de melhor curta documentário com “De repente, Bárbara”, no Transgender Film Festival de Kiel (Alemanha).
www.guerreirododivinoamor.com

Laura Belém (Belo Horizonte, Brasil, 1974)
Vive e trabalha em Belo Horizonte, graduou-se em Artes pela UFMG, tendo concluído o mestrado em Fine Arts na Central Saint Martins College of Arts & Design (Londres). A artista já participou de mostras individuais e coletivas em museus e centros de cultura, no Brasil e internacionalmente, como as Bienais de Veneza e Liverpool. Recebeu, entre outros prêmios, a Bolsa Funarte de Estímulo à Produção em Artes Visuais, Prêmio CNI Marcantonio Vilaça, Bolsa Pampulha e Programa Arte Contemporânea da Fundação Bienal.
www.laurabelem.com.br

Rafael Salim (Rio de Janeiro, Brasil, 1987)
Artista graduado em Comunicação Social (Cinema) pela PUC do Rio de Janeiro e com formação complementar pela Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Desenvolve pesquisas em fotografias, pinturas e esculturas. Participou de exposições coletivas como “Imersões Poéticas”, na Casa França-Brasil, 41º SARP - Salão de Arte de Ribeirão Preto, 45º Novíssimos, na Galeria IBEU, e 25º Salão de Artes da Praia Grande, no qual recebeu prêmio aquisição.
www.rafaelsalim.com.br

Rui Dias Monteiro (Castelo Branco, Portugal, 1987)
Fotógrafo e poeta, vive em Lisboa desde 2005. É pós-graduado em Fotografia Contemporânea pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa e concluiu, em 2008, o curso em Fotografia e Projeto Individual no Ar.Co (Portugal). Entre 2006 e 2007, foi bolsista BES/Ar.Co. Em 2015, desenvolveu projeto de residência na Ilha de São Vicente, Cabo Verde, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e da Associação AOJE. Recebeu o Prêmio BF16 - Bienal de Fotografia de Vila Franca de Xira, em 2016. Atualmente, participa do Programa de residência artística desenvolvido pela parceria entre a Fundação Calouste Gulbenkian (Portugal) e a FAAP.
www.ascouvesdormemsemmanta.blogspot.com.br

Zoroastra Infinita (Brasil, 1976)
Artista autodidata ateia, sensibilizada pelo ecletismo espiritual da cultura brasileira, realiza uma pesquisa sobre as várias linguagens rituais com o desconhecido, procurando fundar sua própria religião baseada no sincretismo das três matrizes religiosas praticadas no Brasil. Essa religião pós-dualista, sem doutrina e de índole animista, apela para a presença divina viva em toda a existência e atos humanos. No processo da constituição teológica da religião, cria ambiências para a prática de saraus transreligiosos e iconografias que compõem a cosmogonia de uma nova egrégora.
https://zoroastrainfinita.cargocollective.com

Larisa Crunteanu (Romênia, 1986)
Larisa Crunţeanu estudou Fotografia e Cinema e atualmente é candidata ao PhD na National Arts University of Bucharest. Ela trabalha na interseção entre vídeo e performance, pesquisa e especulação, muitas vezes de forma colaborativa, criando contextos para o surgimento de novas práticas e organizações. Entre
2012 e 2016, dirigiu o espaço Atelier 35 (www.atelier35.eu), em Bucareste, com Xandra Popescu (www.xandrapopescu.com). Vive e trabalha em Bucareste e em Varsóvia.
www.larisacrunteanu.com

Lucas Dupin (Belo Horizonte, Brasil, 1985)
Mestre (2012) e bacharel (2008) em Artes Visuais pela UFMG, Lucas Dupin já participou de exposições e residências artísticas no Brasil e no exterior. Sua pesquisa artística transita por diferentes mídias como, por exemplo, fotografia, desenho, instalação e vídeo. Tem interesse especial pelo universo do livro, da palavra escrita e na forma como a passagem do tempo se inscreve nas coisas. Dupin recebeu diversos prêmios, como, em 2015, o Prêmio de Arte Contemporânea da FUNARTE, 6ª Bolsa Pampulha, Prêmio de Residências Artísticas da FUNDAJ e, em anos anteriores, o 2º Prêmio Energias na Arte, no Instituto Tomie Ohtake, o Concurso Olheiro da Arte e o Prêmio Interações Florestais em Terra UNA. Artista representado pelas galerias Periscópio (MG) e Lume (SP).
www.lucasdupin.com.br

Publicado em 22 de novembro de 2017

Topo