Exposição "A Poética do Fazer: Moda e Arte no MAB"

5/04 a 3/12/2023

A exposição apresenta ao visitante 120 peças do acervo do museu, entre criações de estilistas brasileiros e artistas visuais, com o objetivo de fazê-lo refletir sobre a relação entre a arte, a moda e o seu fazer poético.

A exposição apresenta ao visitante 120 peças do acervo do museu, entre criações de estilistas brasileiros e artistas visuais, com o objetivo de fazê-lo refletir sobre a relação entre a arte, a moda e o seu fazer poético.

Com curadoria de Denise Pollini e Laura Rodríguez e cenografia de Tito Ficarelli, a mostra está dividida em seis núcleos: Entremear, Justapor, Arquiteturar, Vazar, Estampar e Performar, tendo como fio condutor ações relacionadas ao fazer manual, com o uso do têxtil.

“O acervo de moda do museu teve início em 2016 e hoje já temos mais de 320 peças de estilistas brasileiros contemporâneos. Diante disso, decidimos que era a hora de levar a público parte dessa coleção que vem sendo catalogada, acondicionada e preservada para as futuras gerações”, explica Laura Rodríguez.

“Queremos colocar em diálogo a arte e a moda, tensionando os limites de ambas. Para compor esse conjunto, traremos ainda peças de Wearable Art, movimento da década de 1980 que tratava as peças de vestuário como arte para provocar a reflexão sobre suas fronteiras”, acrescenta Denise Pollini.

Núcleos

Entremear: o público pode apreciar peças em que o entrelaçamento das fibras naturais, as tramas, o bordado e a textura estão muito presentes. Neste espaço, estão expostos, por exemplo, um vestido em patchwork com volume de Lino Villaventura, e uma túnica em crochê de André Lima, que fazem um diálogo com uma obra de 1974 de Carlos Morais, feita em macramê com fio de sisal.

Justapor: reúne peças escolhidas a partir do uso de colagem, do patchwork, da assemblage e da união de diversas culturas ou universos, como uma capa colorida feita de fitas de seda, de Lino Villaventura, uma tela de Claudio Tozzi, intitulada “Colcha de Retalhos”, e um vestido de retalhos com adorno de cerâmica, de Lorenzo Merlino.

Arquiteturar: traz a roupa como forma escultórica, além do uso do desenho, da geometria e da estrutura nas peças. Uma roupa feita de metal e plástico, chamada Cloud Dress, de Jum Nakao, é um exemplo de obra que está nesse espaço, ao lado de um vestido de Gloria Coelho que dialoga com a obra de Estevão Nador, em que ele traz relevos em madeira sobre compensado.

Estampar: apresenta a superfície utilizada como veículo de um desenho, priorizando, principalmente, o uso gráfico, seja no estampado, no bordado ou no tecido. Um vestido estampado com manga elefante, desenvolvido por André Lima, e um casaco de estampa bordada colorida de Lino Villaventura, dialogando com a obra de Sylvio Palma, em que ele utilizou lã em tear manual de arraiolo, são algumas das peças que estão expostas.

Performar: traz uma abordagem sobre o não-realismo ou a vertente ritual da indumentária, transportando o espectador para uma outra realidade. Neste espaço, são apresentadas peças em que o criador explora ao máximo sua fantasia, seja criando desfiles de marionetes, como Fause Haten, em 2013, ou destruindo peças em um desfile, como fez Jum Nakao em 2005 com sua coleção “A costura do invisível”.

Vazar: mostra peças fundamentadas a partir do conceito de positivo e negativo, presença e ausência, recorte e desenho. Nele, são apresentados um vestido vazado de Lorenzo Merlino, ao lado de uma obra de lã em tear manual de Jacques Douchez, além de um vestido com recortes feito por Reinaldo Lourenço, com paetê, laços e cristais.

Conversas no MAB

Dentro do programa público da exposição e ao longo de todo o período expositivo, a curadoria organizou um ciclo de conversas que recebeu diversos nomes do universo da moda e da arte presentes na mostra. O projeto Conversas no MAB tem o intuito de aprofundar a experiência da visitação e o conhecimento sobre as peças expostas e seus criadores.

Informações

R. Alagoas, 903 – Higienópolis - SP
+55(11) 3662-7198

Período de visitação: 5 de abril a 3 de dezembro 2023

Horário:
SEG / QUA / QUI / DOM / 10H ÀS 18H - ÚLTIMA ENTRADA ÀS 17H30
SEX / SAB / 10H ÀS 20H
Fechado às terças-feiras.

Informações: (11) 3662-7198

Entrada: Gratuita

@mabfaap

GALERIA

LINO VILLAVENTURA
Coleção Primavera/Verão 1996-1997
Detalhe de vestido bordado de barbante e palha de buriti,
tecido sintético com elastano,
tule de poliamida e veludo de poliéster,
acessórios: canutilhos de plástico e zíper metálico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

SERGIO NICULITCHEFF, Sem título, 2008
Acrílica sobre tela
80,5 x 80 x 4 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

PAULO ALMEIDA
Stedelijk Museum in Indian Style, série The Museum in Indian
Style, 2013
Acrílica sobre seda Indiana
50 x 70 x 2 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

ANDRÉ LIMA
Coleção Inverno 2012, SPFW, Pavilhão da Bienal de São Paulo, 24/01/2012
Detalhe da frente do vestido longo "patchwork"
Tecidos: jacquard estampado de acetado,
jacquard dourado sintético, tweed de lã com fios de lurex
e cetim de poliéster, acessórios: botões e barbatanas
de plástico Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

ANDRÉ LIMA
Coleção Inverno 2012, SPFW, Pavilhão da Bienal de São Paulo, 24/01/2012
Blusa e saia Marcelia com obi
Tecidos: jacquard sintético, tule de poliéster, viscose com fios de lurex
e cetim de seda,
acessórios: botões de plástico e zíper metálico,
obi de cetim de seda, viscose com fios metálicos e tear de lã
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

LINO VILLAVENTURA
Coleção Verão 2005/2006, SPFW, Pavilhão da Bienal de São Paulo, 02/07/2005
Detalhe das costas do vestido longo “patchwork” bordado
Tecidos: tafetá de poliéster, seda, tule de poliamida com elastano e acetato,
outros: pele de cobra naja, zíper metálico, barbatanas,
canutilhos e miçangas de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

CLAUDIO TOZZI
Colcha de retalhos, 1981
Acrílica sobre tela
140 x 140 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

LIANA BLOISI
Detalhe de cardigan, 1987
Técnica: óptica
Materiais têxteis: musseline e organza de seda
Acessórios: paetês de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

ANDRÉ LIMA
1° Moulage, 1999
Vestido assimétrico floral e xadrez
Tecidos de algodão, zíper de acetato e metal
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

ANDRÉ LIMA
Coleção Inverno 2009, SPFW, 22/01/2009
Vestido longo de tule
Materiais: tafetá de seda, cetim de poliéster, tule de
poliéster, zíper metálico, e botões e barbatanas de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

LINO VILLAVENTURA
Coleção Inverno 2012 (inspirada em Francis Bacon),
SPFW, 23/01/2012
Sapatos vinho e roxo com babados de pregas e bordado
Materiais: tafetá de poliéster e poliuretano, miçangas,
canutilhos e solado de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

JUM NAKAO
Coleção Verão 2004 Tributo a Brothers Quay, SPFW, julho 2003
Blusa estampada de poliamida e elastano, saia de elásticos, tule de poliéster
e cadarço de algodão com ganchos e colchetes metálicos
e pesos de chumbo, e colar de borracha
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

MARCIA THOMPSON
Sem título, 1994
Madeira, tecido e silicone
50 x 50 x 7 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

REINALDO LOURENÇO
Coleção N42 SPFW (não desfilado), 2016
Vestido longo de tule bordado com fitas de veludo
Materiais: poliéster, cetim sintético, tule sintético
e zíper metálico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

JACQUES DOUCHEZ
Campo verde, 1988
Lã em tear manual
165 x 140 x 10,5 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

ANDRÉ LIMA
Coleção Verão 2013, Desfile SPFW, 16/06/2012
Vestido longo "casco de tartaruga"
Materiais: poliéster, voile de seda, cetim de poliéster e
botões e barbatanas de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

MADELEINE COLAÇO
País tropical abençoado por Deus, 1975
Lã em tear manual de arraiolos
125 x 245 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

SYLVIO PALMA
Sem título, c. 1977
Lã em tear manual de arraiolos
146 x 153 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

LINO VILLAVENTURA
Coleção Inverno 2012 (inspirada em Francis Bacon), Desfile SPFW, 23/01/2012
Casaco de estampa bordada colorida com fundo preto
Materiais: poliéster e poliéster com elastano com pedrarias de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

LINO VILLAVENTURA
Equipe de conservação acondicionando a peça da coleção em caixa especial
Coleção Verão 2013, Desfile SPFW, 15/06/2012
Vestido bordado multicolorido com tule vinho
Materiais: tecido de poliéster, acetato, tule de poliamida,
ganchos metálicos, miçangas, canutilhos e pedrarias de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

PANMELA CASTRO
Caminhar, 2017-2018
Vídeo - Edição 1/3
Duração 4'50''
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

JUM NAKAO
Componente da instalação Tributo a Brothers Quay,
apresentada na exposição Imagética,
na Bienal de Fotografia e Design de Curitiba
de 11/11/2003 a 18/01/2004
Boneca Dali
Metal, vidro (relógio) e tecido
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

PAULO LIMA BUENOZ
Manual de Sobrevivência 03, 1998
Tecido bordado, madeira, fotografia cromogênica sobre papel gelatinado,
papel vegetal, vidro e plástico
109 x 90 x 70 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

Exhibition Overview Poetics of Craft: Fashion and Art at MAB

5/04 a 3/12/2023

Poetics of Craft: Fashion and Art features 120 items from the Museum's collection, including pieces created by Brazilian fashion designers and visual artists. The exhibition aims to offer visitors a reflection on the relationship between art, fashion, and its poetic craft. The show also includes two borrowed and unseen items by artist Teresa Viana, who works with wool felting inspired by the traditions of nomadic peoples from Asia.

Curated by Denise Pollini and Laura Rodríguez, and designed by Tito Ficarelli, the objects are organized around six axes of activities related to textile handicraft, the exhibition's connecting thread: Intersperse (Entremear), Juxtapose (Justapor), Architect (Arquiteturar), Leak (Vazar), Print (Estampar), and Perform (Performar).

Curator Laura Rodríguez explains that "the Museum's fashion collection began in 2016, and today we house over 320 items created by contemporary Brazilian designers. That is why we have decided it was time to show part of this collection –which has been cataloged, stored, and preserved for future generations– to the public".

Fellow curator Denise Pollini adds that "we want to create a conversation between art and fashion, pushing the limits of both. As part of the exhibition, visitors will find items from the 1980s Wearable Art movement, which explored clothing as art to provoke a reflection on its boundaries".

Exhibition sections

Intersperse (Entremear): the public will be able to appreciate pieces in which elements like the interweaving of natural fibers, fabrics, embroidery, and texture, are very present. In this section, onlookers will find a voluminous patchwork frock by Lino Villaventura, and a crocheted tunic by André Lima, both of which create a dialogue with a 1974 artwork by Carlos Morais composed by macramé made with sisal twine.

Juxtapose (Justapor): this section showcases items chosen by their use of collage, patchwork, assemblage, and the juxtaposition of several cultures or universes, such as a colorful cape by Lino Villaventura made from silk ribbons, a mural by Carlos Tozzi titled Patchwork Quilt (“Colcha de Retalhos”), and a patchwork dress with ceramic ornaments by Lorenzo Marlino.

Architet (Arquiteturar): this section focuses on clothing as sculptural forms benefiting from drawing, geometry, and structure. An ensemble made of metal and plastic by Jum Nakao called Cloud Dress is an example of the items visitors will see in this space. Another highlight is a dress by Gloria Coelho placed in conversation with a piece of art by Estevão Nador in which he uses wood reliefs on plywood.

Stamp (Estampar): this space is about the surface as a vehicle for drawing, mostly its graphic use, whether in printed patterns, embroidery, or fabric. Some of the works featured include a patterned dress with "elephant sleeves" by André Lima, and a coat with colored embroidered patterns by Lino Villaventura, both put side by side with a work by Sylvio Palma in which he used wool weaved in a handloom.

Perform (Performar): here curators bring an approach to the non-realism, or the ritual aspect of garments, taking viewers to a different reality. This space exhibits items in which the designer has explored the full possibilities of their fantasies, be it in creating puppet fashion shows, like Fause Haten in 2013, or destroying pieces in an actual show like Jum Nakao in 2005 with his collection Sewing the Invisible

Leak (Vazar): this section shows fundamental pieces around the concept of positive and negative, presence and absence, cutting and drawing. In it, viewers will find a cut-out dress by Lorenzo Lerlino, placed together with a handloom wool piece by Jacques Douchez, and a dress with cuts, sequins, bows, and crystals by Reinaldo Lourenço.

The exhibition features 120 items from the Museum's collection, including pieces created by Brazilian fashion designers and visual artists. The exhibition aims to offer visitors a reflection on the relationship between art, fashion, and its poetic craft.

Informações

R. Alagoas, 903 – Higienópolis - SP
+55(11) 3662-7198

Visiting Dates:  April 5 – December 3, 2023

Visiting Hours: Monday, Wednesday, Thursday, and Friday: from 10 a.m. to 6 p.m. – entering allowed until 5:30 p.m.
Saturday, Sunday, and holidays: from 10 a.m. to 6 p.m. - entering allowed until 5:30 p.m.
Tuesday: closed (including holidays).

Informações: +55(11) 3662-7198

Cost: Free

@mabfaap




GALERIA

LINO VILLAVENTURA
Coleção Primavera/Verão 1996-1997
Detalhe de vestido bordado de barbante e palha de buriti,
tecido sintético com elastano,
tule de poliamida e veludo de poliéster,
acessórios: canutilhos de plástico e zíper metálico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

SERGIO NICULITCHEFF, Sem título, 2008
Acrílica sobre tela
80,5 x 80 x 4 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

PAULO ALMEIDA
Stedelijk Museum in Indian Style, série The Museum in Indian
Style, 2013
Acrílica sobre seda Indiana
50 x 70 x 2 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

ANDRÉ LIMA
Coleção Inverno 2012, SPFW, Pavilhão da Bienal de São Paulo, 24/01/2012
Detalhe da frente do vestido longo "patchwork"
Tecidos: jacquard estampado de acetado,
jacquard dourado sintético, tweed de lã com fios de lurex
e cetim de poliéster, acessórios: botões e barbatanas
de plástico Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

ANDRÉ LIMA
Coleção Inverno 2012, SPFW, Pavilhão da Bienal de São Paulo, 24/01/2012
Blusa e saia Marcelia com obi
Tecidos: jacquard sintético, tule de poliéster, viscose com fios de lurex
e cetim de seda,
acessórios: botões de plástico e zíper metálico,
obi de cetim de seda, viscose com fios metálicos e tear de lã
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

LINO VILLAVENTURA
Coleção Verão 2005/2006, SPFW, Pavilhão da Bienal de São Paulo, 02/07/2005
Detalhe das costas do vestido longo “patchwork” bordado
Tecidos: tafetá de poliéster, seda, tule de poliamida com elastano e acetato,
outros: pele de cobra naja, zíper metálico, barbatanas,
canutilhos e miçangas de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

CLAUDIO TOZZI
Colcha de retalhos, 1981
Acrílica sobre tela
140 x 140 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

LIANA BLOISI
Detalhe de cardigan, 1987
Técnica: óptica
Materiais têxteis: musseline e organza de seda
Acessórios: paetês de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

ANDRÉ LIMA
1° Moulage, 1999
Vestido assimétrico floral e xadrez
Tecidos de algodão, zíper de acetato e metal
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

ANDRÉ LIMA
Coleção Inverno 2009, SPFW, 22/01/2009
Vestido longo de tule
Materiais: tafetá de seda, cetim de poliéster, tule de
poliéster, zíper metálico, e botões e barbatanas de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

LINO VILLAVENTURA
Coleção Inverno 2012 (inspirada em Francis Bacon),
SPFW, 23/01/2012
Sapatos vinho e roxo com babados de pregas e bordado
Materiais: tafetá de poliéster e poliuretano, miçangas,
canutilhos e solado de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

JUM NAKAO
Coleção Verão 2004 Tributo a Brothers Quay, SPFW, julho 2003
Blusa estampada de poliamida e elastano, saia de elásticos, tule de poliéster
e cadarço de algodão com ganchos e colchetes metálicos
e pesos de chumbo, e colar de borracha
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

MARCIA THOMPSON
Sem título, 1994
Madeira, tecido e silicone
50 x 50 x 7 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

REINALDO LOURENÇO
Coleção N42 SPFW (não desfilado), 2016
Vestido longo de tule bordado com fitas de veludo
Materiais: poliéster, cetim sintético, tule sintético
e zíper metálico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

JACQUES DOUCHEZ
Campo verde, 1988
Lã em tear manual
165 x 140 x 10,5 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

ANDRÉ LIMA
Coleção Verão 2013, Desfile SPFW, 16/06/2012
Vestido longo "casco de tartaruga"
Materiais: poliéster, voile de seda, cetim de poliéster e
botões e barbatanas de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

MADELEINE COLAÇO
País tropical abençoado por Deus, 1975
Lã em tear manual de arraiolos
125 x 245 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

SYLVIO PALMA
Sem título, c. 1977
Lã em tear manual de arraiolos
146 x 153 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

LINO VILLAVENTURA
Coleção Inverno 2012 (inspirada em Francis Bacon), Desfile SPFW, 23/01/2012
Casaco de estampa bordada colorida com fundo preto
Materiais: poliéster e poliéster com elastano com pedrarias de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

LINO VILLAVENTURA
Equipe de conservação acondicionando a peça da coleção em caixa especial
Coleção Verão 2013, Desfile SPFW, 15/06/2012
Vestido bordado multicolorido com tule vinho
Materiais: tecido de poliéster, acetato, tule de poliamida,
ganchos metálicos, miçangas, canutilhos e pedrarias de plástico
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

PANMELA CASTRO
Caminhar, 2017-2018
Vídeo - Edição 1/3
Duração 4'50''
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

JUM NAKAO
Componente da instalação Tributo a Brothers Quay,
apresentada na exposição Imagética,
na Bienal de Fotografia e Design de Curitiba
de 11/11/2003 a 18/01/2004
Boneca Dali
Metal, vidro (relógio) e tecido
Coleção Moda-MAB – MAB FAAP

PAULO LIMA BUENOZ
Manual de Sobrevivência 03, 1998
Tecido bordado, madeira, fotografia cromogênica sobre papel gelatinado,
papel vegetal, vidro e plástico
109 x 90 x 70 cm
Acervo Museu de Arte Brasileira – MAB FAAP

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos sites, poderemos também personalizar a oferta de cursos e serviços e recomendar conteúdos de seu interesse. Conheça nossa Política de Cookies.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições e com nossa Política de Privacidade

Fechar X

Política de Cookies

A Política de Cookies regulamenta o acesso de Usuários para sua navegação no Portal FAAP –www.faap.br– e todos os respectivos hosts e em toda e qualquer mídia disponibilizada pela FAAP, doravante coletivamente designados PORTAL FAAP, tanto para leitura gratuita quanto para a pratica de atos dentro do portal. Em razão da utilização do Portal FAAP, a FAAP poderá coletar informações automaticamente.

O que são cookies?

Cookies são pequenos arquivos instalados nos computadores, telefones, smartphone, tablets ou qualquer dispositivo com acesso à internet, quando um navegador de internet é usado, com a finalidade de armazenar as preferências de navegação do Usuário. Esses arquivos permitem identificar o seu dispositivo numa próxima visita ao Portal FAAP e se o Usuário tem ou não Cadastro.

Quais cookies são utilizados pela FAAP e qual sua finalidade?

Os cookies permitem uma navegação mais rápida e eficiente e eliminando a necessidade de introduzir repetidamente as mesmas informações.

Comportamento da audiência: auxiliam a dimensionar as visitas ao site da FAAP; acompanham, armazenam e medem informações de comportamento de navegação a fim de oferecer um serviço mais personalizado, com recomendação de conteúdo, beneficiando a experiência do usuário no site e para aprimoramento do produto e/ou serviço.

Segurança: Protegem e permitem que você navegue em nosso ambiente em sua total funcionalidade com autenticação para evitar fraudes.

Os cookies utilizados podem ser:

Cookies permanentes- Ficam armazenados ao nível do navegador de internet (browser) nos seus dispositivos de acesso (pc, mobile e tablet) e são utilizados sempre que o usuário faz uma nova visita ao site. Geralmente são utilizados para direcionar a navegação de acordo com os interesses do usuário, permitindo-nos prestar um serviço mais personalizado.

Cookies de sessão - São temporários, permanecem nos cookies do seu navegador de internet (browser) até sair do site. A informação obtida permite identificar problemas e fornecer uma melhor experiência de navegação.
Depois de autorizar o uso de cookies, o usuário pode sempre desativar parte ou a totalidade dos nossos cookies.

Todos os browsers permitem ao utilizador aceitar, recusar ou apagar cookies, nomeadamente através da seleção das definições apropriadas no respetivo navegador. Pode configurar os cookies no menu "opções" ou "preferências" do seu browser.

Note-se que, ao desativar cookies, pode impedir que alguns serviços da web funcionem corretamente, afetando, parcial ou totalmente, a navegação no website.

Recordamos que ao desativar os cookies, partes do nosso site podem não funcionar corretamente.

Quais informações são coletadas?

  • - Tipo de navegador e suas configurações;
  • - Informações sobre outros identificadores atribuídos ao dispositivo;
  • - Preferências de navegação;
  • - O endereço IP a partir do qual o dispositivo acessa o site ou aplicativo móvel; - Informações sobre a localização geográfica do dispositivo quando ele acessa um site ou aplicativo móvel.
  • - Credenciais, conjunto de dados que o Usuário usa para se autenticar visando acessar determinadas áreas restritas e/ou funcionalidades exclusivas - Hábitos de navegação para mapear quais áreas são visitadas
  • - Interações de tempo, estimar qual foi o período de permanência no site

Posso ser identificado por meio dos cookies?

Se você está acessando o Portal como um Usuário Anônimo, sem se cadastrar ou sem se logar como Usuário do Portal, a FAAP só terá acesso às informações de seu perfil de navegação, mas não conseguirá identificá-lo como indivíduo.

No entanto, caso você navegue de forma anônima pelo Portal, mas depois venha a se cadastrar ou se logar, é possível que os cookies que foram captados na qualidade de Usuário Anônimo sejam vinculados a você, em razão do cruzamento de informações. Assim, os cookies em conjunto com seus dados fornecidos no cadastro poderão configurar dados pessoais que lhe identifiquem.

Preciso autorizar o uso de cookies?

IMPORTANTE: SE VOCÊ DESABILITAR O RECEBIMENTO DE COOKIES VOCÊ FICARÁ IMPEDIDO DE CELEBRAR CONTRATOS, ENVIAR FORMULARIOS, EFETUAR REQUERIMENTOS ENTRE OUTROS.

Por quanto tempo os cookies serão armazenados?

O período de armazenamento dos cookies que coletam informações de Usuários Anônimos pode variar. No entanto, o Usuário poderá apagar os cookies por meio da configuração de seu navegador. É importante ter em mente que os cookies serão recriados quando for retomada a navegação. Se você não concorda com a captura de cookies, pode sempre configurar seu navegador para que a coleta de cookies seja bloqueada, lembrando que, ao fazer isso, poderá fazer com que sua experiência de uso do Portal fique parcialmente prejudicada.

Posso impedir que sejam coletadas tais informações por meio dos cookies? Caso tenha interesse, é sempre possível desabilitar a coleta de informações mediante cookies por meio da configuração de seu próprio navegador. Abaixo estão algumas orientações gerais para que você possa especificar como os cookies são gerenciados após configurar seu navegador de preferência*

Navegadores em computadores

Chrome

Clique no menu do Chrome na barra de ferramentas do navegador.
Selecione Configurações.
Clique em Mostrar configurações avançadas.
Na seção Privacidade, clique em Configurações de conteúdo.
Na seção Cookies, selecione uma das seguintes configurações de cookies:
-Excluir cookies
-Bloquear cookies por padrão
-Permitir cookies por padrão
-Manter cookies e dados do site por padrão até você sair do navegador
-Abrir exceções para cookies de sites ou domínios específicos

Firefox

Abra o Firefox, abra o menu Editar e selecione Preferências.
Em Privacidade e segurança, selecione Cookies.
Você pode selecionar as seguintes configurações:
-Desativar cookies
-Ativar cookies apenas para o site de origem
-Ativar todos os cookies
-Perguntar antes de armazenar um cookie

Internet Explorer 9 ou 10

Toque ou clique em Ferramentas e, em seguida, selecione Opções da Internet.
Toque ou clique na guia Privacidade.
Em Configurações, mova o controle deslizante para a parte superior para bloquear todos os cookies ou para a parte inferior para permitir todos os cookies. Toque ou clique em OK.

Safari 5.1 (OS X Lion)

Selecione Safari e, em seguida, selecione Preferências.
Clique em Privacidade.
Na seção Bloquear cookies, especifique se e quando o Safari deve aceitar cookies de sites.
Para ver uma explicação das opções, clique no botão Ajuda (ponto de interrogação). Observação: se você quiser ver quais sites armazenam cookies em seu computador, clique em Detalhes.
Se configurar o Safari para bloquear cookies, talvez você tenha que aceitar temporariamente cookies para abrir uma página. Repita as etapas acima, selecionando Nunca. Quando sair, bloqueie os cookies novamente e remova os cookies da página.

iOS

Toque em Safari.
Toque em Bloquear cookies.
Selecione Nunca, De terceiros e anunciantes ou Sempre.

Dispositivos Móveis

Android

Toque no menu do Chrome, depois em Configurações.
Toque em Configurações de conteúdo (avançadas). Desmarque Aceitar cookies.

Kindle Fire HDX

Deslize para baixo a partir da parte superior da tela do Kindle e selecione Configurações.
Selecione Aplicativos.
Selecione Silk Browser.
Selecione Limpar dados do navegador.
Desmarque quais dados você deseja limpar (Limpar todos os dados decookies) e selecione OK.
*Note que as orientações gerais são meramente informativas para auxiliar o Usuário. A FAAP não se responsabiliza pela atualidade e precisão das informações. Orientações específicas e atuais poderão sempre ser localizadas dentro da seção de dúvidas/manual de instruções de cada navegador.

Fechar X

POLÍTICA DE PRIVACIDADE - FAAP

A FAAP - FUNDAÇÃO ARMANDO ALVARES PENTEADO, fundação de direito privado, com sede na Rua Ceará, 02, Higienópolis, Município de São Paulo, Estado de São Paulo, CEP 01243-010, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 61.451.431/0001-69 e toda sua equipe, se preocupa com a segurança e proteção de dados pessoais e preza pela privacidade de seus integrantes, sejam equipes ou candidatos, de forma que através desta Política de Privacidade, pretendemos ser transparentes e demonstrar nossa preocupação para com o tratamento de dados pessoais.

Esta Política de Privacidade tem por objetivo informar e apresentar esclarecimentos sobre o tratamento aplicado aos dados pessoais de todo e qualquer titular que se relacione com esta instituição, considerando a Lei Federal 13.709/2018 – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

Para fins de aplicação desta Política, são considerados titulares de dados toda e qualquer pessoa física, sendo que na relação com a FAAP, podemos mencionar o colaborador, estagiário, estudante, candidato, responsável legal, fornecedor, parceiro, prestador de serviço, usuário de nossos sites e qualquer outra pessoa física que interaja de alguma forma conosco.

SOBRE OS AGENTES DE PROTEÇÃO DE DADOS PESSOAIS

A FAAP é Controladora de dados pessoais na relação existente com seus alunos, colaboradores, visitantes e terceirizados. Os prestadores de serviços e parceiros da FAAP, dependendo da relação, objetivos e autonomia sobre o tratamento de dados pessoais, poderão se enquadrar como operadores ou controladores em conjunto ou singulares, sejam eles pessoa física ou jurídica.

SOBRE A COLETA DE DADOS

Os dados e o modo de coleta podem variar conforme o produto/serviço utilizado, bem como pela maneira de uso e interação do consumidor junto à FAAP, sendo ele aluno ou não. Estas informações ainda podem ser obtidas por meio de um terceiro ou parceiro comercial que tenham permissão para partilhá-las conosco.

Os dados pessoais serão coletados nas seguintes hipóteses:

  • - Compra ou uso dos nossos cursos, produtos ou serviços, mesmo que em cadastro prévio, antecedendo a transação comercial;
  • - Registro e/ou interesse em um curso, produto ou serviço específico;
  • - Preferências de navegação;
  • - Subscrição em newsletters e/ou mailing list;
  • - Realização de contato por meio de algum dos canais de atendimento;
  • - Participação em processo seletivo e para contratações;
  • Quando as informações pessoais estiverem disponíveis publicamente.

As informações que podem ser coletadas, quando necessário, serão as seguintes:

INFORMAÇÕES DE USUÁRIOS DOS SITES, CANDIDATOS, COLABORADORES E ALUNOS
DADOS PESSOAIS COLETADOS
FINALIDADE

Nome completo, endereço, gênero, data de nascimento, RG, CPF, número de telefone, e-mail, profissão e ainda nome da mãe e do pai quando necessários, certidão de nascimento, título de eleitor, certificado de conclusão e histórico escolar e quitação de serviço militar.

Identificar e autenticar, cumprir com obrigações, possibilitar acesso aos recursos e funcionalidades do sistema, ampliar nosso relacionamento, informar sobre andamento das fases de seleção, informar sobre desempenho acadêmico, bem como resultados de processos seletivos, prevenção de fraudes, informações futuras sobre novos cursos e oportunidades, informações administrativas.
No caso do teatro, são coletados dados de identificação, de contato e de pagamento, para fins de efetivação do pagamento e para fins de contato com o consumidor, caso haja cancelamento, alteração de horário, bem como qualquer informação administrativa.

sexo

Para fins de atendimento de políticas de diversidade, em alguns casos para cumprimento de obrigação legal, bem como para métricas de inscrições ou contratações de colaboradores.

Dados bancários ou de cartão de crédito ou débito

Necessário para processamento de pagamentos, armazenados parcialmente após a transação.
Dados bancários de colaboradores são tratados para fins de deposito de salário.

Foto.

Identificação, autenticação, prevenção à fraude, acervo histórico da feira, divulgação dos participantes.

Voz, quando há contato por meio de algum dos canais de Serviço de Atendimento ao Consumidor (gravação do atendimento);

Poderá acontecer gravação do atendimento para fins de exercício regular de direitos.

Preferências por produtos, serviços e atividades específicas, sendo essas informações fornecidas pelo próprio consumidor, ou deduzível a partir da forma como ele usa os produtos e serviços;

Melhorar a sua experiência em nossos sites e personalização de ofertas e recomendações personalizadas

Histórico navegação para eventual uso de ofertas e recomendações personalizadas

Melhorar a sua experiência em nossos sites e personalização de ofertas e recomendações personalizadas

Informações sobre quais páginas foram acessadas pelo Usuário, qual é seu navegador, seu sistema operacional, seu IP, entre outros Algumas páginas do Portal também podem armazenar cookies, que consistem em pequenos arquivos instalados por sites nos computadores quando o navegador de internet é usado. Esses arquivos permitem identificar se um mesmo aparelho já fez uma visita anterior ao Portal, e se o Usuário tem ou não Cadastro.

Aperfeiçoar e customizar o atendimento aos usuários.

(para maiores esclarecimentos sobre os dados recolhidos através de cookies, web beacons e outras tecnologias, consulte nossa Política de Cookies)

INFORMAÇÕES DE USUÁRIOS DOS SITES, CANDIDATOS, COLABORADORES E ALUNOS
DADOS PESSOAIS COLETADOS
FINALIDADE

Dados relacionados à saúde de seus colaboradores e alunos, como atestados médicos, receitas e medicações

Prestar socorro imediato quando necessário, atendimento em ambulatório, abono de faltas

Dados relacionados à deficiência física e dados relacionados à crianças especiais, incluindo informações médicas e psicológicas

Para fins execução dos serviços contratados, atendimento à Lei de inclusão

Quaisquer Dados fornecidos pelos Usuários serão armazenados pelo tempo necessário para o atendimento de suas finalidades e a FAAP envidará os melhores esforços na manutenção da confidencialidade integridade e disponibilidade das informações que forem fornecidas.

TODOS OS DADOS PESSOAIS COLETADOS DOS USUÁRIOS SERÃO INCORPORADOS A BASE DE DADOS DA FAAP ATENDENDO AOS PRINCÍPIOS E BASES LEGAIS PREVISTAS NA LEGISLAÇÃO.

PARA FACILITAR O SEU ENTENDIMENTO, A FAAP PODERÁ UTILIZAR AS INFORMAÇÕES COLETADAS DOS USUÁRIOS, INCLUSIVE POR MEIO DE COOKIES, PARA OS SEGUINTES PROPÓSITOS GERAIS:

  • INFORMAR A RESPEITO DE SUAS ATIVIDADES, INCLUINDO EVENTOS, PEÇAS TEATRAIS E OFERTA DE CURSOS, POR CORREIO ELETRÔNICO MALA DIRETA, SMS OU OUTROS MEIOS DE COMUNICAÇÃO;
  • MANTER ATUALIZADOS OS CADASTROS DOS USUÁRIOS PARA FINS DE CONTATO POR TELEFONE, CORREIO ELETRÔNICO MALA DIRETA, SMS OU OUTROS MEIOS DE COMUNICAÇÃO;
  • ELABORAR ESTATÍSTICAS GERAIS, SEM QUE HAJA IDENTIFICAÇÃO DO USUÁRIO;
  • RESPONDER ÀS DÚVIDAS E SOLICITAÇÕES DO USUÁRIO;
  • REALIZAR CAMPANHAS DE COMUNICAÇÃO E MARKETING DE RELACIONAMENTO;
  • COMUNICAR-SE COM O USUÁRIO, A FIM DE LHES DAR INFORMAÇÕES ADMNISTRATIVAS;
  • CUMPRIMENTO DE OBRIGAÇÕES LEGAIS, INCLUINDO REGULAMENTOS SETORIAIS E REGRAS FISCAIS; E
  • EXERCÍCIO REGULAR DE DIREITO EM PROCESSO JUDICIAL, ADMINISTRATIVO OU ARBITRAL

Sempre que as finalidades de tratamento depender de autorização expressa do Usuário, esta será solicitada no momento do cadastro físico ou digital, na contratação dos serviços educacionais, contrato de trabalho ou por ações específicas conforme necessidade.

DADOS PESSOAIS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Considerando a prestação de serviços educacionais também à nível do ensino fundamental e médio, ao concordar com os termos desta Política de Privacidade, o responsável legal, afirma ter ciência de que serão coletados dados pessoais necessários para a execução dos serviços, assim como para cumprimento de obrigações legais e exercício regular de direitos, inclusive para armazenamento após o termino do contrato, sendo que a não concordância com os respectivos tratamentos, acarreta na impossibilidade de prestação dos serviços educacionais.

O responsável legal, toma ciência de que no caso de revogação do consentimento ou oposição a qualquer tratamento, após serem coletados os dados, estes permanecerão armazenados, quando necessário para atendimento de obrigações legais e exercício regular de direitos.

Nas demais hipóteses de tratamento será coletado o consentimento no contrato de matrícula ou em outro momento oportuno.

COMPARTILHAMENTO DE DADOS PESSOAIS

O banco de dados formados pelo cadastro, matrícula ou qualquer outro meio junto à FAAP é de propriedade desta e será compartilhado apenas para as finalidades específicas de execução do contrato (o que pode incluir compartilhamento com parceiros, prestadores de serviços/operadores e suboperadores.

No caso do setor de carreiras, os dados dos alunos que se candidatam às vagas, poderão ser compartilhados com as empresas parceiras e solicitantes do encaminhamento de currículos, para seleção e contratação

Além disso, a FAAP poderá compartilhar dados pessoais de sua base com parceiros, sempre que for em benefício aos titulares de dados pessoais, desde que devidamente autorizados, quando o tratamento não tiver justificativa nas demais hipóteses legais excludentes do consentimento.

No caso de parceria com Universidades de outros países poderá ocorrer a transferência internacional dos dados pessoais, ficando ciente o aluno, deste tratamento quando tiver como base a execução dos serviços a serem prestados ou será coletado o consentimento para ações independentes.

Em todo compartilhamento, a FAAP prezará pelo comprometimento dos operadores e parceiros envolvidos no tratamento dos dados pessoais, utilizando-se de cláusulas contratuais e protocolos de segurança que garantam a proteção e privacidade dos dados que lhes foram compartilhados exigindo o mesmo nível de proteção destes agentes.

Todo compartilhamento será pautado no princípio da necessidade atentando-se ao mínimo necessário para atingir às finalidades esperadas.

Exemplo de compartilhamentos:

  • Outras universidades para fins de parcerias em eventos;
  • Com empresas parceiras para concessão de benefícios;
  • Com autoridades judiciais, mediante determinação legal.

Poderão ser compartilhados com quaisquer parceiros, dados estatísticos como índice de alunos ou colaboradores por gênero, região de moradia, idade, entre outros, desde que anonimizados e os dados cujo compartilhamento foi expressamente autorizado pelo titular e/ou responsável.

A não ser por obrigação legal, incluindo determinação judicial, ou autorização expressa, os Dados do usuário jamais serão transferidos a terceiros que não sejam parceiros ou empresas autorizadas pela FAAP ou usadas para finalidades diferentes daquelas para as quais foram coletadas e informadas ao titular.

ARMAZENAMENTO DOS DADOS PESSOAIS:

Os dados coletados são armazenados em servidores externos, localizados no exterior e alguns dados permanecem em servidor próprio.

Os dados são armazenados em ambiente seguros e controlados, incluindo dados de acesso e registros de logs, sempre em atendimento aos prazos legais.

DA ATUALIZAÇÃO E VERACIDADE DOS DADOS FORNECIDOS

O USUÁRIO GARANTE A VERACIDADE E EXATIDÃO DOS DADOS QUE FORNECER À FAAP, OU SEJA, A FAAP NÃO TEM QUALQUER RESPONSABILIDADE NO CASO DE INSERÇÃO DE DADOS FALSOS OU INEXATIDÃO DOS DADOS PESSOAIS INFORMADOS PELO USUÁRIO À FAAP.

É de responsabilidade do próprio titular ou responsável legal (quando aplicável) a ratificação ou retificação das informações fornecidas, quando necessário.

DOS DIREITOS DO TITULAR DOS DADOS PESSOAIS

A Lei garantiu ao Usuário determinados direitos em relação às informações pessoais que estão sob a tutela da FAAP, em função das coletas e tratamentos realizados, esses direitos estão elencados no art. 18º, quais sejam:

  • confirmação da existência de tratamento;
  • acesso aos dados;
  • correção de dados incompletos, inexatos ou desatualizados;
  • anonimização, bloqueio ou eliminação de dados desnecessários, excessivos ou tratados em desconformidade com a Lei;
  • portabilidade dos dados a outro fornecedor de serviço ou produto, mediante requisição expressa, de acordo com a regulamentação da autoridade nacional, observados os segredos comercial e industrial; (ANPD ainda irá regulamentar sobre a portabilidade)
  • eliminação dos dados pessoais tratados com o consentimento do titular.
  • informação das entidades públicas e privadas com as quais o controlador realizou uso compartilhado de dados;
  • informação sobre a possibilidade de não fornecer consentimento e sobre as consequências da negativa;
  • revogação do consentimento;

Além disso, o titular poderá solicitar cópia de seus próprios dados pessoais e opor-se à recepção de mensagens de marketing. Neste caso o descadastramento destas mensagens poderá ser feito pelo e-mail faleconosco@faap.br.

Esclarecemos que ao optar por não receber mensagens de marketing não significa que deixará de receber mensagens relacionadas com os seus cursos e outras informações administrativas.

CASO VOCÊ QUEIRA ENTRAR EM CONTATO PARA OBTER MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O TEMA, REGISTRAR UMA RECLAMAÇÃO OU FAZER QUALQUER REQUISIÇÃO RELACIONADA AO TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS EFETUADO PELA FAAP, ENTRE EM CONTATO PELO E-MAIL PRIVACIDADE@FAAP.BR

FAAP busca tratar e armazenar os seus dados somente durante o tempo estritamente necessário. Na hipótese de tratar-se de aluno os dados serão mantidos e compartilhados com as autoridades em obediência a prescrições legais.

Antes de solicitar exclusão de dados verifique o enquadramento: (i) necessidade de armazenamento por período exigido em lei; (ii) pelos períodos legalmente definidos para fins de investigação e ações judiciais; e (iii) pagamentos e faturas e demais obrigações de natureza fiscal.

DO NÃO FORNECIMENTO DOS DADOS:

O não fornecimento dos dados pessoais necessários para execução do contrato acarretará na impossibilidade de contratação e de execução dos serviços.

No caso do teatro FAAP, o não fornecimento dos dados pessoais na aquisição dos ingressos, mediante compra física, poderá acarretar na ausência de contato e comunicação no caso de situações emergenciais, como por exemplo, no caso de cancelamento de eventos.

Outros dados quando não indicados como obrigatórios e coletados com base no consentimento poderá impossibilitar algumas ações propostas para beneficiar os titulares.

COMO SERÃO PROTEGIDAS AS INFORMAÇÕES PESSOAIS?

A FAAP empenha-se em tomar todos os tipos de medidas administrativas, técnicas e físicas de cunho preventivo em relação à segurança e privacidade durante a execução de suas atividades envolvendo dados pessoais, desde o treinamento e conscientização dos colaboradores, até o uso de tecnologias de criptografia e firewall avançadas.

Se nossos sites possuírem ligações com sites de terceiros, é possível que durante sua navegação você seja direcionado a esses sites. Nesses casos, a responsabilidade sobre a segurança e proteção dos seus dados caberá aos referidos terceiros, de forma que recomendamos a leitura dos termos de uso, políticas de privacidade e de cookies dos respectivos sites.

Este cenário também se aplica às hipóteses em que você divulgue seus dados pessoais em plug-ins sociais e sites de busca. Nesses casos, o tratamento dos dados será realizado pelos terceiros em questão e, novamente, sugerimos a leitura dos termos de uso, política de privacidade e de cookies destes respectivos sites/terceiros.

INEXISTÊNCIA DE VÍNCULO

O presente instrumento e as obrigações e direitos aqui previstos não importam na criação de qualquer vínculo trabalhista, societário, de parceria ou associativo entre o Usuário e a FAAP, sendo excluídas quaisquer presunções de solidariedade entre ambos no cumprimento de suas obrigações.

EVENTOS DE CASO FORTUITO E FORÇA MAIOR

A FAAP não se responsabiliza por quaisquer eventos oriundos de caso fortuito ou força maior, assim entendidas as circunstâncias imprevisíveis e inevitáveis que impeçam, total ou parcialmente, a execução das obrigações assumidas.

DO ENCARREGADO PELO TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS DA FAAP

Atendendo aos requisitos e nos termos da LGPD, a FAAP nomeou o encarregado (DPO) pela proteção de dados pessoais, cuja é o responsável pelas orientações e atendimentos relacionados ao tema.

Para entrar em contato:

Para quaisquer dúvidas ou demandas relacionadas especificamente ao tema proteção de dados pessoais, o atual Encarregado poderá ser contatado conforme dados a seguir:
DPO: Cristina Sleiman – privacidade@faap.br
Endereço para correspondência: RUA ALAGOAS, Nº903 – HIGIENÓPOLIS – setor jurídico

DISPOSIÇÕES FINAIS

A FAAP reserva-se o direito de modificar, acrescentar ou remover conteúdos e partes desta política a qualquer momento e a seu exclusivo critério. Neste caso a FAAP informará aos titulares de dados sobre atualizações de suas Políticas, o que não isenta o titular de consultá-la com regularidade. Recomendamos que você consulte esta política quando tiver alguma dívida e sempre que navegar por nossos sites

Os direitos e obrigações decorrentes deste documento poderão ser cedidos a qualquer empresa pertencente à FAAP. Na eventualidade de qualquer das disposições deste documento vir a ser considerada nula, anulável ou inaplicável, por qualquer razão, as demais disposições deste contrato permanecerão em vigor e inalteradas, continuando a vincular as partes.

Ao navegar pelo Portal FAAP, você aceita guiar-se pelos Termos de Uso e Políticas de Privacidade e de Cookies, que se encontrarem vigentes na data de seu acesso, portanto, deve verificar os mesmos previamente cada vez que visitar o Portal FAAP.

Este instrumento será regido e interpretado de acordo com a legislação brasileira, eleito o Foro da Comarca de São Paulo, Estado de São Paulo, para questões a ele relativas, com renúncia expressa a qualquer outro.

Data da atualização desta Política: novembro/2021