A Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) realiza, de 19 de outubro a 19 de novembro de 2006, a exposição “Diversidade Religiosa no Brasil”. O local escolhido para a mostra é o Palácio Itamaraty, em Brasília.

O mosaico dos credos existentes no país será revelado através das 275 peças que fazem parte do conjunto. Por meio de objetos de culto de cada religião, fotografias documentais, textos e obras de artes visuais, o visitante poderá perceber a convivência harmônica que existe entre as diversas religiões que se manifestam num mesmo território.

Com organização da equipe do Museu de Arte Brasileira da FAAP, a exposição ocupará uma área de 484,5m² no térreo do Palácio Itamaraty, onde o público verá objetos que guardam seu significado ritualístico e valor artístico, além de pinturas, gravuras e esculturas de artistas acadêmicos, modernistas e contemporâneos.

O universo da pesquisa para a mostra foi a cidade de São Paulo, caldeirão cultural, exemplo da diversidade religiosa brasileira. Uma metrópole que guarda espaço para todos os credos, com seus templos, catedrais, santuários, mesquitas, sinagogas, igrejas, capelas, terreiros, entre outros. Neste local cosmopolita – em que a religião resulta de fatores demográficos, políticos e culturais – cristãos, budistas, hinduístas, judeus, muçulmanos, xintoístas, umbandistas, filhos de santo e seguidores de muitos outros caminhos coexistem e recorrem a forças maiores para buscar o bem-estar, a paz, a felicidade e a bem-aventurança. Seja num pedido em silêncio, em cantos, em suas formas específicas, de maneira solitária ou em grupo.

Em todas as manifestações de religiosidade, todos buscam o sagrado e a superação de dificuldades. A própria palavra religião deriva do termo latino religare e significa reatar uma conexão com uma força superior ou com o universo.

A mostra estará dividida em 13 setores: Religiosidade indígena, Catolicismo Apostólico Romano, Judaísmo, Candomblé, Islamismo, Catolicismo Ortodoxo, Hinduísmo, Budismo, Protestantismo, Espiritismo, Umbanda, Arquitetura sacra e meios de divulgação.

A seqüência das religiões foi diretamente determinada pela cronologia com que foram praticadas no país. Assim, o primeiro bloco será o da religiosidade indígena. O segundo será dedicado ao Catolicismo Apostólico Romano e ao Judaísmo, trazidos pelos primeiros colonizadores. O bloco seguinte está reservado ao Candomblé, culto trazido pelos povos africanos escravizados. O quarto bloco está ligado às várias religiões de imigrantes, de origens diversas. O quinto e último segmento será o da Umbanda, de origem africana, que agregou-se aos cultos indígenas nativos e ao catolicismo dos missionários, revelando suas características eminentemente brasileiras.

Veja aqui algumas imagens da exposição

SETORES da exposição:

Religiosidade indígena: rabeca, arco guarani, cachimbos guarani, maracás, banco de pajé, fotos, gravuras e pinturas.

Catolicismo: coroa e placa do divino Espírito Santo (do século 19), cetro e salva do século 18, naveta, sino, turíbulo, âmbula, ostensório, caldeira e hissopo, oratório, pinturas dos séculos 18 e 19, gravuras do século 19 (Debret e Carlos Julião).

Judaísmo: chanukiá, porta-bessamin, cálice, gravuras dos séculos 18 e 19, hamzas.

Candomblé: gravuras, esculturas, fotografias, colares.

Islamismo: livro Alcorão (século 18), gravuras e fotografias (século 20).

Ortodoxa: cetro, cálice, colher para comunhão, patena, paramento, coroas, cruz para bendição, peitoral com imagem, turíbulo, paramentos.

Hinduísmo: pinturas, esculturas e fotografias.

Budismo: oratório, porta-incenso (séc. 19), pinturas, porta-Sadhanas (textos sagrados), bandeiras (padma Tsultrim), estandarte (Tanka), vaso votivo.

Protestantismo: fotografia de Igreja Presbiteriana

Kardecismo: fotografia de Congregação Espírita

Umbanda: esculturas e pinturas

Arquitetura religiosa: ilustrações de Lopes Teixeira retratando a Catedral de Brasília, o Santuário de Aparecida, a Catedral Ortodoxa, a Igreja Anglicana, a Igreja Santo Domingos, o Mosteiro da Luy, a Mesquita Brasil, o Centro Budista Zu Lai, a Sinagoga Beth-el.

SERVIÇO:
Exposição: Diversidade Religiosa no Brasil
Período: de 19 de outubro a 19 de novembro de 2006
Local: PALÁCIO ITAMARATY
Horário: de segunda a sexta, das 10h00 às 19h00 horas.
Sábados, domingos e feriados, das 10h00 às 17h30.
Entrada Franca
Telefone: (61) 3244-8972 ou (61) 3242-6146