Melissa Farlow

Melissa Farlow fotografa para a revista National Geographic há mais de dez anos, onde cobre uma grande variedade de assuntos, de crocodilos no Pântano Okenenokee à vida de uma pequena cidade no Meio-Oeste americano. Melissa com freqüência explora temas relativos à Terra e ao meio ambiente, mas seu maior interesse é fotografar pessoas e culturas. Suas imagens são publicadas em várias revistas e livros, enfatizando tópicos como a vida simples da comunidade Amish ou a vida rural no Baixo Saara, na África.

Antes de se tornar fotojornalista de revistas, Melissa fotografou para os jornais The Pittsburgh Press, Courier-Journal e Louisville Times. Em Louisville, fez parte da equipe que ganhou o Prêmio Pulitzer de 1976 pela cobertura fotográfica da desagregação das escolas públicas. Suas imagens ganharam prêmios da National Press Photographer’s Association Pictures of the Year, incluindo um portfólio de honra. Suas fotos ganharam já prêmios como o National Headliner e o Pennsylvania Photographer of the Year.

Melissa graduou-se em jornalismo pela Universidade de Indiana e é pós-graduada pela Universidade do Missouri, onde também lecionou fotojornalismo. Ela foi membro do Photo Workshop de Missouri, no Centro de Estudos Fotográficos em Louisville, e do Anderson Ranch for Fine Arts em Aspen.

Suas fotos aparecem em vários livros da série Day in the Life e em mais de uma dúzia de livros de fotografia, incluindo uma obra sobre o Equador e outra sobre a América do Sul. Para realizar o projeto Women in the Material World, livro que compara os papéis das mulheres em diferentes culturas, Melissa morou durante meses em três países africanos.

Depois disso, ela dirigiu pelas estradas do México, Peru e parte do Chile fotografando o que se tornou o livro da National Geographic, Pan American Highway. No ano passado, ela dirigiu mais de 32 mil quilômetros pelo oeste americano para obter as imagens de um artigo para a revista National Geographic norte-americana, a matéria de capa de agosto, Bureau of Land Management. Atualmente ela trabalha no livro da National Geographic sobre terras públicas.

Hoje Melissa mora em Sewickley, Pensilvânia, com o marido, Randy Olson, que também é fotógrafo da National Geographic. Recentemente ela obteve o diploma em um curso de mergulho e seu primeiro trabalho após o curso foi também uma experiência inédita em sua carreira: o de assistente de câmera de Olson em uma sessão de fotos submarinas realizadas na Samoa americana.

 



De 7 de fevereiro a 17 de março, 2º a 6º feira 8h às 22h sabado, domingo e feriados,13h às 21h.