Os artistas

Leandro Tartaglia
Residência de 16/07 a 14/09/12

Leandro Tartaglia (Buenos Aires, 1977) vive e trabalha na Argentina. Estudou na Escola Nacional de Bellas Artes, bem como no Taller y Clinica de Diana Aisenberg. Seu trabalho está centrado no papel da arte pública de nossos dias, entendida como um problema institucional. O projeto para a 30ª Bienal de São Paulo chama-se Serie Musical e tem por objetivo reunir objetos sonoros da cidade de São Paulo. Como desdobramento desse trabalho e também como um segundo projeto, desenvolverá Taxi – um translado de ida e volta para o Parque do Ibirapuera no qual o passageiro se conecta à paisagem através de sons e histórias provindas do rádio do automóvel.


Eduardo Gil
Residência de 02/07 a 10/09/12

Eduardo Gil (Caracas, 1973) vive e trabalha nos Estados Unidos. Estudou na Metropolitan University em Caracas e formou-se engenheiro civil. Seu trabalho para a 30ª Bienal de São Paulo chama-se Urine Reading e consiste em uma instalação de colchões usados, recolhidos de orfanatos da cidade de São Paulo. Cada colchão será lido por videntes (como se lê uma borra de café), e suas previsões serão gravadas em áudio e colocadas dentro de cada colchão.


Nicolas Paris
Residência de 02/08 a 01/10/12

Nicolas Paris (Bogotá, 1977) vive e trabalha na Colômbia. Dedica-se ao desenho que antepõe natureza e razão, com o mínimo de interferência, para construir uma poética centrada nos sentidos acionados pela representação. Em seu projeto para a 30ª Bienal de São Paulo, trabalhará em conjunto com estudantes de uma escola de São Paulo, que deverão ensinar português ao artista. Ao final do processo de aprendizagem, o artista realizará uma série de desenhos das estratégias espaciais e recursos gráficos usados pelos estudantes para a sua aprendizagem.


Knut Aufermann e Sarah Washington
Residência de 16/08 a 14/12/12

Knut Aufermann (Hagen, 1972) vive e trabalha na Alemanha. É formado em Química, Audio Engineering e Artes. Sarah Washington (Redhill, 1965) também vive e trabalha na Alemanha e é formada em Artes. Juntos, trabalharão no projeto Mobile Radio BSP para a 30ª Bienal de São Paulo. É uma estação temporária de rádio para a difusão de arte do dia 3 de setembro até 9 de dezembro de 2012, a partir de um estúdio no interior do Pavilhão Ciccillo Matarazzo, no Parque do Ibirapuera, transmitindo na FM 87,7 MHz no interior do salão de exposição e também on-line. Contará com a participação de estações parceiras, artistas e visitantes, para uma experiência diferenciada de transmissão de rádio.


Cecília Grönberg e Jonas Magnusson
Residência de 31/08 a 14/12/12

Cecília Grönberg (Estocolmo, 1970) vive e trabalha na Suécia. É formada em Fotografia e História da Arte. Jonas Magnusson (Göteborg, 1966) também vive e trabalha na Suécia e é formado em Literatura. Juntos, são responsáveis pela revista sueca OEI e, para a 30ª Bienal de São Paulo, farão uma edição dessa revista que será um “interruptor” localizado entre o teórico, o poético e a crítica da Bienal, com algumas partes expostas e publicadas na Bienal e inserções adicionais com base nas atividades regulares da revista.

VOLTAR