Dados Gerais 

Histórico

A Faculdade de Economia da Fundação Armando Alvares Penteado formulou pedido de autorização ao Ministério da Educação para funcionamento do curso de Relações Internacionais, com 100 vagas totais anuais, no período diurno em 1997.

Após avaliação da Comissão de Especialistas – que emitiu parecer favorável à continuidade da tramitação do projeto –, o prosseguimento da análise do processo foi aprovado pela Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, por meio do Parecer nº 372/97, de 11 de junho de 1997.

Em 27 de novembro de 1997, pela Portaria nº 580/97, foi designada a Comissão de Averiguação das Condições de Funcionamento do Curso. O trabalho da Comissão Verificadora foi realizado entre 5 e 7 de janeiro de 1998.

Em 6 de maio de 1998, através do Parecer nº 301/98, da Câmara de Educação Superior, o curso de Relações Internacionais da Faculdade de Economia da FAAP recebeu autorização para funcionamento.

Em 11 de julho de 2003, através da Portaria nº 1.800 do MEC, o curso de Relações Internacionais foi reconhecido.

Em 27 de Outubro de 2006, a Faculdade entrou com pedido de aumento de 180 vagas anuais para os períodos diurno e noturno, das quais 100 para o diurno e 80 para o noturno. Após a visita e avaliação da Comissão de Especialistas, a escola recebeu autorização do MEC pela Portaria Nº 1.157 de 27 de dezembro de 2007 para o aumento das vagas requeridas e funcionamento do Curso no período noturno, com as mesmas características de carga horária e estrutura curricular que o período diurno.

INFORMATIVO GERAL
ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA
ESTRUTURA DA FACULDADE DIRETORIA

DIRETORIA

Diretor da Faculdade: Embaixador Rubens Ricupero
Vice-Diretor da Faculdade: Prof. Luiz Alberto de Souza Aranha Machado

COORDENAÇÃO

Ciências Econômicas: Prof. Paulo Dutra Costantin
Relações Internacionais: Profª. Fernanda Petená Magnotta

ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA

Secretária Acadêmica: Elisabete de Souza
eco.secretaria@faap.br

APOIO OPERACIONAL ACADÊMICO

apoiocentral@faap.br

APOIO ADMINISTRATIVO

eco.monori@faap.br

SECRETÁRIA DA FACULDADE

Bianca de Sousa Nóbrega
Maria do Rosário de F. F. Atouguia (Rosa)
eco.diretoria@faap.br

COMPOSIÇÃO DO NÚMERO DE MATRÍCULA

X: Código da Faculdade = 3
YY: Ano de Ingresso na Faculdade = por exemplo 2010 - 10
Z: Semestre de Ingresso = Segundo - 2
NNN: Número seqüencial do aluno = 119
D: Dígito verificador = 8

X:
1 - Engenharia
2 - Administração
3 - Economia
4 - Comunicação e Marketing
5 - Artes Plásticas
6 - Computação e Informática
7 - Arquitetura e Urbanismo
8 - Direito

Ex: 3 11 1 119-8 - O aluno ingressou na Faculdade de Economia, no ano de 2011, no 1º semestre.

FREQUÊNCIA

Nos termos do § 3º do art. 47 da Lei 9394, de 20 de dezembro de 1996, éobrigatória a frequência dos alunos, bem como a execução dos programas nos cursos de Graduação das Instituições de Ensino Superior.

Considerar-se-á reprovado o aluno que não cumprir com a frequência mínima de 75% às aulas e demais atividades escolares.

JUSTIFICATIVA DE FALTA - LEGISLAÇÃO ESCOLAR

Não existe abono de falta.

Deverá ser entregue junto com o requerimento geral, o atestado médico (com o código CID - nome da doença), com prazo máximo de 72 horas a partir da data do afastamento, para que as atividades domiciliares possam ser providenciadas.

  • No documento ou atestado médico deverá estar especificado o período de afastamento.
  • Regime excepcional de estudo em caso de doença, é regulamentado pelo de Decreto Federal 1.044, de 21 de outubro de 1969.
  • Enquadram-se nesse regime os portadores de afecções congênitas ou adquiridas, infecções e traumatismo por outras condições.
  • No requerimento geral deverá haver a indicação da pessoa que ficará responsável por retirar na escola, as atividades acadêmicas que deverão ser realizadas como forma de compensação às aulas, caso o pedido tenha sido deferido pela Direção.
  • A justificativa só será efetivada após a entrega do trabalho pelo aluno, posterior correção e o “de acordo” do Professor. Somente para o caso de serviço militar o aluno poderá solicitar o requerimento de justificativa de falta no dia em que retornar às aulas.
  • A justificativa de falta não implica em justificativa de atividade de avaliação, exceto para serviço militar.

HORÁRIO DE AULAS

Diurno: 7h30 às 12h50
Noturno: 19h00 às 23h20*
Sábado: 7h30 às 12h00 (para alguns semestres)
* quando houver disciplina de carga horária de 54 h/s

REPROVAÇÃO

O aluno estará reprovado na disciplina nas seguintes condições:

  • se obtiver média inferior a 5,0 (cinco) ou
  • se tiver ausências superiores a 25% das aulas.

O aluno estará reprovado no semestre na seguinte condição:

  • se reprovar em 3 (três) ou mais disciplinas;

O aluno não promovido de semestre deverá cursar obrigatoriamente, todas as disciplinas nas quais obteve reprovação.

COMPOSIÇÃO DA TURMA

A composição das turmas será efetuada por ordem alfabética, não sendo permitida mudança de turma. Após o prazo de efetivação de matrícula, será respeitada a turma com menor número de alunos.

INFORMAÇÕES ACADÊMICAS

INTEGRALIZAÇÃO DO CURSO:

O curso deverá ser concluído em 7(sete) anos. Caso contrário, o Processo Seletivo perderá a validade, tendo então que ser renovado. Para o período de integralização não são computados os semestres de matrícula trancada.

MATRÍCULA:

A matrícula deverá ser renovada a cada semestre de acordo com o calendário escolar. Poderá ser efetuada por terceiros, mediante procuração registrada em cartório.

A matrícula só será efetivada com o deferimento do Diretor no requerimento correspondente.

DISPENSA DE DISCIPLINA:

O aluno poderá requerer dispensa de disciplina quando já a tiver cursado em outro estabelecimento de ensino superior, no mesmo ou em outro curso, desde que tenha sido aprovado, haja compatibilidade entre os programas e as cargas horárias e a escola de origem seja credenciada pelo MEC, bem como o Curso tenha sido reconhecido. Após a análise de cada caso, o resultado será comunicado ao aluno na Central de Atendimento ao Aluno e/ou por e-mail. Enquanto não houver resposta, o aluno deverá cursar a disciplina.

ANTECIPAÇÃO DE DISCIPLINA:

Não há possibilidade de antecipação de disciplina, já que o curso da Faculdade é seriado.

PERDA DE VÍNCULO COM A FACULDADE:

Perderá o vínculo com a Faculdade o aluno que: solicitar o cancelamento da matrícula, não renovar a matrícula ou for impedido de realizar sua matrícula.

TRANCAMENTO DE MATRÍCULA:

  • O trancamento de matrícula, que compreende todo o semestre letivo, poderá ser efetivado mediante requerimento do aluno, e depende da aprovação do Diretor da Faculdade;
  • Não existe trancamento de disciplinas isoladas;
  • No caso de calouro, não é permitido o trancamento, conforme normas do contrato.

ADIAMENTO DE DEPENDÊNCIA:

O adiamento de DP só será concedido quando não houver nenhuma possibilidade para o aluno cursar a disciplina nas janelas da grade horária ou no período noturno (no caso dos alunos do período diurno).

Importante:
1. Caso ocorra o adiamento de alguma dependência e o aluno seja reprovado em uma ou mais disciplinas perfazendo um total de três, este ficará automaticamente reprovado no semestre.
2. Na eventualidade de formação de turma de auto-instrucional, só poderá cursá-lo o aluno que tiver sido reprovado por nota. Em nenhuma hipótese o aluno que tenha adaptação e/ou sido reprovado por falta poderá fazer o auto-instrucional.

MUDANÇA DE PERÍODO:

Poderá ser solicitada mudança de período a partir do 2º semestre, desde que não traga prejuízos na vida acadêmica do aluno, que sejam respeitados os prazos previstos no calendário escolar, mediante apresentação de justificativa e vagas para o período solicitado.

REVISÃO DE PROVA:

A revisão de prova será efetuada diretamente com o professor em sala de aula e dentro do semestre em curso.

Importante:
O aluno deverá acompanhar pelo Portal da FAAP – Graduação Online, a publicação das notas e faltas. Em caso de divergências, deverá dirigir-se a CAA (Central de Atendimento ao Aluno) e entrar com solicitação para revisão, dentro do prazo estipulado pela Diretoria.

REGIMENTO INTERNO

Topo