Dados Gerais

Histórico

O Curso de Ciências Econômicas foi Autorizado pelo Decreto n° 72.543/73 de 30/07/73, conforme publicação no Diário Oficial da União - DOU - em 31/07/73 na página 7.481 e Reconhecido pelo Decreto Federal n° 81.031 de 15/12/77, Parecer nº 2.687/77 do Conselho Federal de Educação, conforme publicação no Diário Oficial da União - DOU - de 16/12/77 na página 17.299.

Com base na Resolução nº 11 de 26-6-84, aprovada pelo Parecer nº 140/89 da Câmara de Ensino Superior do CFE, em 26-1-1989 procedeu-se a uma alteração da grade curricular.

Com o objetivo de compatibilizar os princípios que norteiam a Resolução nº 11/84 e o currículo pleno do curso, procedeu-se a uma nova alteração da grade curricular em 1997. Com base no artigo 2º da Portaria nº 1670-a de 30 de novembro de 1984, publicada no DOU de 7 de dezembro de 1984, foram aprovadas pelos órgãos colegiados da Faculdade de Economia e implementadas a partir do segundo semestre de 1997, mudanças relativas à criação de novas áreas de concentração (Economia Mundial e Economia de Empresas) e à introdução da disciplina Criatividade, como elemento diferenciador na formação do profissional.

INFORMATIVO GERAL
ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA
ESTRUTURA DA FACULDADE DIRETORIA

DIRETORIA

Diretor da Faculdade: Embaixador Rubens Ricupero
Vice-Diretor da Faculdade: Prof. Luiz Alberto de Souza Aranha Machado

COORDENAÇÃO

Ciências Econômicas: Profª. Anapaula Iacovino Davila
Relações Internacionais: Profª. Fernanda Petená Magnotta

ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA
Secretária Acadêmica: Elisabete de Souza
eco.secretaria@faap.br

APOIO OPERACIONAL ACADÊMICO
apoiocentral@faap.br


APOIO ADMINISTRATIVO

eco.monori@faap.br

SECRETÁRIA DA FACULDADE

Bianca de Sousa Nóbrega
Maria do Rosário de F. F. Atouguia (Rosa)
eco.diretoria@faap.br

COMPOSIÇÃO DO NÚMERO DE MATRÍCULA

X: Código da Faculdade = 3
YY: Ano de Ingresso na Faculdade = por exemplo 2010 - 10
Z: Semestre de Ingresso = Segundo - 2
NNN: Número seqüencial do aluno = 119
D: Dígito verificador = 8

X:
1- Engenharia
2- Administração
3- Economia
4- Comunicação e Marketing
5- Artes Plásticas
6- Computação e Informática
7- Arquitetura e Urbanismo
8-Direito

Ex: 3 11 1 119-8 - O aluno ingressou na Faculdade de Economia, no ano de 2011, no 1º semestre.

FREQUÊNCIA

Nos termos do § 3º do art. 47 da Lei 9394, de 20 de dezembro de 1996, é obrigatória a frequência dos alunos, bem como a execução dos programas nos cursos de Graduação das Instituições de Ensino Superior.

Considerar-se-á reprovado o aluno que não cumprir com a frequência mínima de 75% às aulas e demais atividades escolares.

JUSTIFICATIVA DE FALTA - LEGISLAÇÃO ESCOLAR

Não existe abono de falta.

Deverá ser entregue junto com o requerimento geral, o atestado médico (com o código CID - nome da doença), com prazo máximo de 72 horas a partir da data do afastamento, para que as atividades domiciliares possam ser providenciadas.

  • No documento ou atestado médico deverá estar especificado o período de afastamento.
  • A requisição do aluno será analisada pela Diretoria. Se aceita, serão providenciadas a atividades domiciliares.
  • Regime excepcional de estudo em caso de doença, é regulamentado pelo de Decreto Federal 1.044, de 21 de outubro de 1969.
  • Enquadram-se nesse regime os portadores de afecções congênitas ou adquiridas, infecções e traumatismo por outras condições.
  • No requerimento geral deverá haver a indicação da pessoa que ficará responsável por retirar na escola, as atividades acadêmicas que deverão ser realizadas como forma de compensação às aulas, caso o pedido tenha sido deferido pela Direção.
  • A justificativa só será efetivada após a entrega do trabalho pelo aluno, posterior correção e o “de acordo” do Professor.
  • Somente para o caso de serviço militar o aluno poderá solicitar o requerimento de justificativa de falta no dia em que retornar às aulas.
  • A justificativa de falta não implica em justificativa de atividade de avaliação, exceto para serviço militar.

HORÁRIO DE AULAS

Diurno: 7h30 às 12h50
Noturno: 19h00 às 23h20*
Sábado: 7h30 às 12h00 (para alguns semestres)
* quando houver disciplina de carga horária de 54 h/s

REPROVAÇÃO

O aluno estará reprovado na disciplina nas seguintes condições:

  • se obtiver média inferior a 5,0 (cinco) ou
  • se tiver ausências superiores a 25% das aulas.

O aluno estará reprovado no semestre na seguinte condição:

  • se reprovar em 3 (três) ou mais disciplinas;

O aluno não promovido de semestre deverá cursar obrigatoriamente, todas as disciplinas nas quais obteve reprovação.

COMPOSIÇÃO DA TURMA

A composição das turmas será efetuada por ordem alfabética, não sendo permitida mudança de turma. Após o prazo de efetivação de matrícula, será respeitada a turma com menor número de alunos.

INFORMAÇÕES ACADÊMICAS

INTEGRALIZAÇÃO DO CURSO:

O curso deverá ser concluído em 7(sete) anos. Caso contrário, o Processo Seletivo perderá a validade, tendo então que ser renovado. Para o período de integralização não são computados os semestres de matrícula trancada.

MATRÍCULA:

A matrícula deverá ser renovada a cada semestre de acordo com o calendário escolar. Poderá ser efetuada por terceiros, mediante procuração registrada em cartório.

A matrícula só será efetivada com o deferimento do Diretor no requerimento correspondente.

DISPENSA DE DISCIPLINA:

O aluno poderá requerer dispensa de disciplina quando já a tiver cursado em outro estabelecimento de ensino superior, no mesmo ou em outro curso, desde que tenha sido aprovado, haja compatibilidade entre os programas e as cargas horárias e a escola de origem seja credenciada pelo MEC, bem como o Curso tenha sido reconhecido. Após a análise de cada caso, o resultado será comunicado ao aluno na Central de Atendimento ao Aluno e/ou por e-mail. Enquanto não houver resposta, o aluno deverá cursar a disciplina.

ANTECIPAÇÃO DE DISCIPLINA:

Não há possibilidade de antecipação de disciplina, já que o curso da Faculdade é seriado.

PERDA DE VÍNCULO COM A FACULDADE:

Perderá o vínculo com a Faculdade o aluno que: solicitar o cancelamento da matrícula, não renovar a matrícula ou for impedido de realizar sua matrícula.

TRANCAMENTO DE MATRÍCULA:

  • O trancamento de matrícula, que compreende todo o semestre letivo, poderá ser efetivado mediante requerimento do aluno, e depende da aprovação do Diretor da Faculdade;
  • Não existe trancamento de disciplinas isoladas;
  • No caso de calouro, não é permitido o trancamento, conforme normas do contrato.

ADIAMENTO DE DEPENDÊNCIA:

O adiamento de DP só será concedido quando não houver nenhuma possibilidade para o aluno cursar a disciplina nas janelas da grade horária ou no período noturno (no caso dos alunos do período diurno).

Importante:

1. Caso ocorra o adiamento de alguma dependência e o aluno seja reprovado em uma ou mais disciplinas perfazendo um total de três, este ficará automaticamente reprovado no semestre.

2. Na eventualidade de formação de turma de auto-instrucional, só poderá cursá-lo o aluno que tiver sido reprovado por nota. Em nenhuma hipótese o aluno que tenha adaptação e/ou sido reprovado por falta poderá fazer o auto-instrucional.

MUDANÇA DE PERÍODO:

Poderá ser solicitada mudança de período a partir do 2º semestre, desde que não traga prejuízos na vida acadêmica do aluno, que sejam respeitados os prazos previstos no calendário escolar, mediante apresentação de justificativa e vagas para o período solicitado.

REVISÃO DE PROVA:

A revisão de prova será efetuada diretamente com o professor em sala de aula e dentro do semestre em curso.

Importante:

O aluno deverá acompanhar pelo Portal da FAAP – Graduação Online, a publicação das notas e faltas. Em caso de divergências, deverá dirigir-se a CAA (Central de Atendimento ao Aluno) e entrar com solicitação para revisão, dentro do prazo estipulado pela Diretoria.

 

REGIMENTO INTERNO